HISTÓRIA DA EMPRESA – FUNDADOR

HISTÓRIA DA EMPRESA

A Paulo da Cunha Construções nasceu do sonho de seu fundador o Eng. Paulo Roberto Soares da Cunha (in memorian), nascido em Uruguaiana em 1952. Desde criança sua brincadeira preferida era construir cidades no pátio da sua casa e desde muito pequeno sua criatividade foi se desenvolvendo, então, seu sonho de infância, um dia se tornou realidade. Formou-se em 1975 em Engenharia Civil na Universidade Federal de Santa Maria / RS (UFSM) onde deu início a sua profissão.

Seu primeiro trabalho foi na Prefeitura de Itaqui, neste período sua obra de maior expressão foi o projeto para a casa do Prefeito da cidade, logo trabalhou na prefeitura de Uruguaiana durante 8 anos. Posteriormente iniciou seu trabalho como Eng. autônomo, nesta época foi reconhecido pela execução de belas casas e em 1986 fundou em sociedade a empresa Da Cunha Construtora dando início em seus trabalhos na execução de todo tipo de edificação desde reformas a edifícios residenciais. Por último, em 2002 abriu em sociedade com sua esposa a Paulo da Cunha Construções. A obra de maior simbolismo para ele foi em 2004, onde no local de sua casa de infância edificou um belo prédio dando a este o nome da sua mãe o “Residencial Violeta”, foi uma homenagem para agradecer o carinho e dedicação à pessoa que sempre apoiou e acreditou em seu sonho.

Ele era uma pessoa apaixonada pela Arte da construção e sempre transferiu para as obras sua sensibilidade de identificar em cada lugar o seu maior potencial e transformar espaços vazios em lugares cheios de vida, arte e conforto. Esse legado é preservado e está tendo continuidade através de sua família.

Hoje é uma empresa familiar dirigida por sua esposa Maria da Cunha e filhos Maurício da Cunha e Eduardo da Cunha. Em seu portfólio já tem construído nestes 43 anos mais de 150 obras, entre edifícios residenciais e comerciais, casas, estâncias, reformas, entre tantos outros.

Desde 2016 a empresa se especializou e focou seu trabalho apenas na incorporação e construção de edifícios de grande porte.